Make your own free website on Tripod.com
Fonopara

 • Dislalia
 •
Gagueira
 •
Dislexia
 •
Disgrafia
 •
Disortografia
 •
Discalculia
 •
Afasia
 •
Distúrbio de Atenção
 •
A Leitura e a Escrita
 •
Distúrbio de Aprendizagem
• Atraso da Linguagem
Distúrbio de deglutição

Deficiência Auditiva Infantil
Código de Ética
Saiba Mais

  

Home | About | Links | Guestbook | Contato |

 

Deficiência auditiva

Redução ou perda total da audição, provocada geralmente
por traumas mecânicos (acidentes de trânsito, perfuração por objetos enfiados dentro do ouvido, etc), pela exposição a barulho excessivo e por doenças congênitas ou adquiridas.

1- Freqüências do som mecânico captadas pelo ouvido

2- Ouvido externo

Orelha, conduto auditivo e membrana timpânica. Sua função é captar o som mecânico.

3- Ouvido médio

Membrana timpânica (lado interno), martelo, bigorna e estribo. O som mecânico faz vibrar a membrana timpânica e a cadeia ossicular (martelo, bigorna e estribo).

4- Ouvido interno ou labirinto

Cóclea e canais semicirculares. Seu meio líquido transforma o som mecânico em energia química, que é captada pelo nervo auditivo, cuja função é levar esses impulsos ao cérebro para serem decodificados.

5- Sistema nervoso central (cérebro)

 

TESTE ESTATÍSTICA DA SURDEZ

O aparelho tem escalas de som para os ouvidos direito e esquerdo, com freqüências que variam de 250 a 8 mil hertz (medida da freqüência do som em ciclos por segundo).

A freqüência pode aumentar a intensidade do som, variando de menos cinco e chegando a 110

10% da população

15 milhões de brasileiros tem deficiência auditiva.

80% dos trabalhadores estão expostos a ruído exagerado nos locais de trabalho.

 

A PERDA

A exposição a ruídos excessivos causa lesão nas células ciliadas do ouvido interno (cóclea e canais semicirculares). Essa lesão é irreversível, mas pode estacionar se a pessoa deixar o ambiente barulhento. Enfiar objetos dentro do ouvido pode perfurar a membrana timpânica, que se regenera, dependendo do tamanho da perfuração. Caso contrário, só a cirurgia resolve.

 

ESCALAS DE SOM

O máximo que o ouvido humano suporta, sem o uso de protetores, é o som ambiente, composto de conversas, música, toque de telefone e ruído de pessoas trabalhando - o que corresponde a 60 decibéis. Acima disso, o ouvido começa a sofrer perda progressiva da audição.

Surdez severa- para ouvir ,a pessoa precisa de um som
tão alto quanto o barulho de uma impressora rotativa
(até 80 decibéis).

Surdez moderada - a pessoa só consegue escutar os sons mais altos, como o som ambiente de uma sala de trabalha (de 40 a 60 decibéis) e tem dificuldades para falar ao telefone

Surdez profunda - a pessoa só ouve ruídos como os provocados por uma turbina de avião (120 decibéis), disparo de revólver (150 decibéis) e tiro de canhão (200 decibéis).

Audição normal - a pessoa ouve bem o tic-tac de um despertador (som de zero a 20 decibéis).

Perda moderada- a pessoa não ouve o tic-tac, mas escuta um sussurro (som de 20 a 40 decibéis).

 

DEFICIENTES AUDITIVO ILUSTRES

wpe3C.jpg (2639 bytes)

Bill Clinton, presidente dos Estados Unidos.

wpe3D.jpg (2643 bytes)

Vincent Van Gogh, pintor holandês nascido em 1853.

wpe3E.jpg (2228 bytes)

Alexandre Graham Bell, inventor do telefone.

wpe3F.jpg (2056 bytes)

Ludwig Van Beethoven, músico alemão

 

PREVENÇÃO CUIDADOS
Pessoas obrigadas a conviver todos os dias com ruídos devido à profissão que desempenha têm o direito de receber das empresas equipamentos de proteção para os ouvidos.

Estes trabalhadores são obrigados, por lei, usar os equipamentos de segurança, sob pena de serem demitidos por justa causa.

O ouvido só deve ser limpo com um pano úmido onde o dedo alcançar.

Nunca se deve enfiar nada dentro do ouvido. Quando houver excesso de cera é preciso procurar o otorrinolarigologista, que está habilitado a fazer a limpeza e retirar a cera.

Hastes flexíveis, grampos de cabelo, tampa de caneta, ponta de lapiseira, clipes e outros instrumentos podem perfurar a membrana timpânica e levar à surdez.

 

APARELHO

Só devem ser usados com recomendação médica, depois de passar pela avaliação do otorrinolaringologista, depois de se investigar as causas da perda auditiva, que pode estar sendo causada apenas pelo acúmulo de cera nos ouvidos.

Tipos de aparelhos — intracanal (colocado dentro do conduto auditivo); microcanal (não aparece, fica na entrada do conduto auditivo); e externo retro-auricular (colocado atrás da orelha).

 

Home | About | Links | Guestbook | Contato |

Belém - Pará - Brasil
© 2000 Fonopara , Site design by Rogério Tavares